Audiência discute sobre reserva de vagas para idosos

Estacionamento para idososComissão de Meio Ambiente e Políticas Urbanas realizou, no dia 22 de abril, audiência pública para discutir a Lei que dispõe sobre a reserva de vagas para idosos nos estacionamentos públicos e privados de Belo Horizonte.

Durante a audiência, o advogado José Tarcísio Lopes Cansado contou que obteve conhecimento da lei por sua filha e foi até o DETRAN para saber se ele deveria ou não pagar pela faixa azul, mesmo sendo idoso. O advogado afirma que não recebeu um bom atendimento no órgão e que ninguém soube responder à dúvida.

A advogada Célia Regina Fonseca declarou que fez uma pesquisa na própria BHTrans e encontrou informações contraditórias sobre o tema. Segundo a advogada, a assessoria da empresa lhe informou que as reservas não são gratuitas, porém, o próprio site da instituição informa que há a gratuidade para idosos nos estacionamentos.

O assessor da presidência da BHTrans, João Flávio Resende, afirmou que a informação do site estava equivocada e que já foi solicitado que seja retirada da página da instituição. Ele indicou, ainda, que a assessoria irá retificar-se através dos meios de comunicação.

Resende explicou que há, de fato, a reserva de vagas nos estacionamento, mas que todos têm que usar o talão de faixa azul; ele irá apurar por que os agentes da empresa ainda não estão orientados em relação ao assunto.

O vice-presidente da Comissão, vereador Leonardo Mattos (PV), comentou que o sistema de estacionamento rotativo é algo difícil de ser administrado e que não há fiscalização.

Veja Fotos

Fonte: CMBH

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *